Qual a diferença entre público-alvo e persona?

Saber quem compõem sua audiência e quais são as características e interesses dessas pessoas é fundamental se você deseja obter sucesso nas suas campanhas de Marketing Digital. Quando falamos de análise de público, é impossível fugir desses dois termos: público-alvo e persona. Mas você sabe a diferença entre eles? Sabe qual é a importância para o seu negócio?

O que é público-alvo?

Imagem: Pixabay

Em suma, público-alvo representa uma fatia da sociedade com características semelhantes, potenciais clientes do seu produto ou serviço. Para compor o público-alvo, é preciso considerar características demográficas, comportamentais e socioeconômicas, como idade, sexo, poder aquisitivo, localização geográfica e hábitos de consumo.

É possível definir o público-alvo por meio de pesquisas e perguntas cujo objetivo é encontrar características em comum em um mesmo grupo.

As perguntas mais comuns para se fazer na hora de como definir o público-alvo, são:

  • Seu produto ou serviço é destinado a empresas ou pessoas físicas?
  • Qual a região, cidade ou estado moram os potenciais clientes?
  • Qual é a faixa etária dos consumidores?
  • Qual é a média salarial?
  • Qual o estado civil?
  • Qual é a formação dos clientes?
  • Qual a frequência que eles consomem o produto ou utilizam o serviço?
  • O produto ou serviço serve para só um gênero? Se for para ambos, ele é comprado mais por homens ou mulheres?

Identificar o público-alvo é uma estratégia recomendada especialmente para negócios que estão nas primeiras fases de crescimento, pois esse conceito também pode ser muito útil na hora de fazer a precificação e começar a definir quais campanhas e canais podem ser mais efetivos na hora da divulgação.

Para entender melhor, uma possibilidade de público-alvo seria: mulheres, de 25 a 40 anos, formação superior, com renda mensal entre R$ 5 mil a R$ 7 mil, solteiras, moradoras da cidade de São Paulo e que fazem compras recorrentes de produtos estéticos;

O que é persona?

Também chamado de buyer persona, é o perfil do cliente ideal definido a partir da criação de um personagem semifictício, com base em dados e informações de clientes reais.

Diferente do público-alvo, para definir uma persona não basta apenas levar em conta os aspectos demográficos e socioeconômicos. A persona traz mais detalhes, criando uma maior conexão e empatia com o cliente, levando a uma segmentação mais eficiente.

Algumas das informações utilizadas para a definição da persona são:

  • Um nome fictício, para facilitar a conexão;
  • Uma breve história sobre o dia a dia da persona;
  • Profissão;
  • Hábitos de compra;
  • Estilo de vida;
  • Redes sociais favoritas;
  • Hobbies;
  • Valores;
  • Dores relacionadas ao seu produto;
  • Dúvidas;
  • Ambições.

Um exemplo de persona poderia ser: Beatriz tem 32 anos, é formada e trabalha como analista fiscal em um escritório de contabilidade. Ganha entre R$ 4 mil e R$ 6 mil, é solteira e bem resolvida profissionalmente. Gosta de comprar produtos estéticos pela internet e já tem um valor mensal separado para isso e está sempre atenta às novidades resenhadas pelas blogueiras. Sua principal dificuldade são os fretes altos que acompanham produtos renomados. Costuma seguir digital influencers de moda e beleza no Instagram e blogs. Mora em São Paulo e sai toda semana com as amigas para bares e boates. Gosta de estar bem-vestida e se sentir bem, dentro e fora do trabalho.

Público-alvo e persona: afinal, qual a diferença?

Enquanto público-alvo fornece informações mais gerais sobre os clientes e possíveis clientes da empresa, a persona representa, por meio de um personagem semifictício, um perfil que reúne as características do cliente ideal, tornando muito mais fácil às equipes de marketing e vendas identificar a melhor abordagem para cada campanha.

Apesar das diferenças entre persona e público-alvo, ambos podem ser utilizados em conjunto e serem complementares dependendo dos seus objetivos.

Quando falamos em ações de marketing e vendas, o público-alvo ajuda na hora de criar ações e atendimentos mais abrangentes, em um estágio inicial do funil de vendas. Já a persona auxilia em grupos mais específicos tornando muito mais fácil às equipes de marketing e vendas identificar a melhor abordagem para cada campanha, permitindo conquistar a atenção do cliente, fidelizá-los e tornar toda a experiência de atendimento única.

Agora que você já sabe a diferença entre os dois termos e já entendeu a importância de cada um para as suas estratégias de marketing, é hora de definir seu público-alvo e persona(s) para potencializar o seu negócio. E para isso você pode contar com nossos especialistas, clique aqui e fale com um de nossos especialistas.

Se você precisa de ajuda, fale conosco!

Receba nossas News

Posts recentes

Categorias